Erick Musso mostra força e deputados voltam a compor blocão de partidos na Assembleia Legislativa

Nesta quarta-feira (13), o presidente da Assembleia Legislativa Erick Musso (PRB), mostrou força, após alguns deputados decidirem voltar atrás e reintegrar o bloco parlamentar formado para decidir a composição das comissões. Na sessão de terça-feira (12), houve divergência sobre o objetivo do bloco, após o líder do grupo, deputado Marcelo Santos (PDT), divulgar os nomes dos componentes da Comissão Parlamentar dos Maus-Tratos aos Animais.   

Na ocasião, alguns deputados, como José Esmeraldo (MDB) e Enivaldo dos Anjos (PSD), questionaram se o líder do bloco poderia indicar os membros de comissões temporárias, como as CPIs. Para eles, Marcelo Santos deveria organizar a composição apenas das comissões permanentes. Com as dúvidas que surgiram, vários deputados decidiram se desligar do bloco. 


Mas, nesta quarta-feira, alguns deles repensaram suas posições e decidiram retornar. Os deputados Adilson Espíndula (PTB), Euclério Sampaio (DC), Iriny Lopes (PT), Marcos Garcia (PV), Raquel Lessa (Pros), Renzo Vasconcelos (PP), Sergio Majeski (PSB) e Vandinho Leite (PSDB), além de Enivaldo (PSD) e Esmeraldo (MDB), solicitaram a reintegração de seus partidos ao bloco. 

Continuam fora do grupo o PMN de Janete de Sá, o PPS de Fabrício Gandini, além do DEM de Theodorico Ferraço, que já não estava participando. Já PSL, PRB, PDT, PRP, Avante, Patriota e Rede não haviam solicitado a retirada e também continuam no “blocão”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *