Prefeito de Viana Gilson Daniel fica mais próximo de comandar Amunes

O site Política Capixaba apurou com alguns prefeitos, que a candidatura do prefeito de Viana Gilson Daniel (Podemos) começa a ganhar força para a disputa da presidência da Associação dos Municípios do Estado (Amunes).

Apesar de na última eleição ter apoiado a Senadora Rose de Freitas (Podemos) na disputa ao governo, o Prefeito de Viana Gilson Daniel conseguiu deixar a disputa eleitoral de 2018 para trás e tem se aproximado cada vez mais do Palácio Anchieta e principalmente do Secretário de Governo Tyago Hoffmann, homem forte do governador Renato Casagrande. 


Após o Governo do Estado ter publicado um decreto exigindo a devolução dos convênios feitos com os municípios no final do governo de Paulo Hartung, foi Gilson Daniel quem ligou um por um dos prefeitos e orientou que fosse feito a devolução, garantindo que os recursos seriam novamente repassados aos municípios, assim que houvesse crescimento na receita do governo.

Entre os argumentos de prefeitos que defendem a candidatura de Gilson Daniel, se destaca a capacidade de articulação do prefeito e o fato de nas duas últimas disputas da Amunes, ele ter retirado sua candidatura para que houvesse a construção de chapas de concesso. “Gilson Daniel sabe ser leal e é atencioso, nas duas últimas eleições da Amunes, teve a grandeza de recuar em nome do concesso, agora o sentimento é de que chegou a sua hora de nos presidir” disse um prefeito ouvido pelo site. 

Outro fator que pode ser decisivo para uma candidatura vitoriosa de Gilson Daniel, seria os demais possíveis nomes na disputa, que seriam do Prefeito de Linhares Guerino Zanon (MDB), do Prefeito de Cariacica Juninho (PPS), do Prefeito de Ibatiba Luciano Pingo (MDB) e do Prefeito da Serra Audifax Barcelos (Rede), todos nada alinhados com o Palácio Anchieta e fieis aliados no final da gestão do ex-governador Paulo Hartung (MDB). 

Um nome que pode crescer na disputa e teria a confiança do governo, é o do Prefeito de Nova Venécia Lubiana Barrigueira (PSB), mas um prefeito destaca: “A forma de fazer política do Barrigueira é muito voltada para os projetos pessoais dele e de Nova Venécia, nunca o vi defendendo a coletividade dos pleitos dos prefeitos” revelou outro prefeito ouvido pelo site. Rejeições como essa podem inviabilizar a candidatura de Barrigueira.

A eleição da Associação dos Municípios do Estado (Amunes) para o biênio 2019-2021 deve ocorrer no mês de março, mas o edital ainda não foi publicado. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *