Renan Calheiros diz que não tem intenção de disputar presidência do Senado

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou ontem 2ª feira (21.jan.2019), em sua conta oficial no Twitter, que não tem a intenção de assumir a presidência do Senado na próxima legislatura, que inicia em 1º de fevereiro.

O emedebista diz que a decisão cabe à bancada. O MDB tem reunião marcada no próximo dia 29 para decidir o nome que será indicado para a disputa, além de quem poderá assumir a liderança do partido.


Eis a postagem do senador:

Na corrida pela presidência, Calheiros pode enfrentar Major Olímpio (PSL-SP), Esperidião Amin (PP-SC), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Alvaro Dias (Podemos-PR), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Simone Tebet (MDB-MS).

O número alto de concorrentes é novidade no Senado. Isso fez com que o atual presidente, Eunício Oliveira, estabelecesse, em questão de ordem apresentada no fim de 2018 pelo então senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), que somente será eleito aquele que obtiver votação superior a 41 votos, entre os 81 senadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *