Após tragédia em Brumadinho, ações da Vale caem mais de 20%

Após o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG), na 6ª feira (25.jan.2019), as ações da mineradora operam em forte queda nesta 2ª feira (28.jan). Às 15h, os papéis caíam 23,21%, negociados a R$ 43,12.

Na 5ª feira (24.jan) –antes do feriado pelo aniversário de São Paulo, na 6ª feira–, as ações haviam fechado em alta de 0,9%, a R$ 56,15.


A queda da Vale puxou também o desempenho do principal índice da B3. No mesmo horário, o Ibovespa recuava 2,63%, a 95.112 pontos. Na 5ª feira, o índice havia batido novo recorde e alcançado 97.677 pontos.

A Bradespar, acionista da Vale, também opera em queda de mais de 20%. Às 15h, caía 24,17%.

Autoridades de Minas Gerais informaram na manhã desta 2ª feira que subiu para 60 o número de mortes decorrentes do rompimento da barragem do Córrego da Mina do Feijão. Estão desaparecidas 292 pessoas.

A tragédia em Brumadinho já supera em número de mortos o desastre de Mariana, em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *